quinta-feira, 4 de março de 2010

A ditadura fascista




Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Itália atravessa uma grave crise económica; a Alemanha, profundamente endividada não pagou as indemnizações de guerra que a Itália tinha direito e o desemprego e inflacção aumentaram exponencialmente. O receio dos movimentos sindicalistas e comunistas em expansão no leste, leva a que grandes burgueses e a generalidade da direita conservadora mas também desempregados e antigos combatentes apoiem com determinação o crescimento da violência( torturas, assassínios, raptos) contra os comunistas e revolucionários em geral. É neste contexto que surge o regime fascista implementado por Benito
Mussolini, e auxiliado por grupos armados ("camisas negras") e uma forte propaganda.
O crescimento do apoio ao Partido Fascista leva a que em 1922 Mussolini organize uma "Marcha sobre Roma", em que participaram 50 mil "camisas negras" que, como manifestação de força levam o rei, Vitor Emanuel III, rei de Itália a convidar Mussolini para o governo de Itália, iniciando assim a ditadura fascista.
CONSOLIDAÇÃO DO FASCISMO
Em 1924, depois de eleições em que a intimidação foi uma constante, o Partido Nacional Fascista obtêm a maioria dos deputados no parlamento, iniciando-se a ditadura sob o domínio do Duce (Chefe). Implanta-se o Partido Único, em que só o partido Nacional Fascista era autorizado. O regime era apoiado pela censura e por uma policia política - a OVRA( Organização de Vigilância e Repressão para o Anti-Fascismo). Desenvolvem-se igualmente organizações de formação da juventude como a Juventude Fascista.

3 comentários:

  1. muito bom me ajudou bastate na minha pesquisa!!!

    ResponderEliminar